PROGRAMA

Programa em actualização constante.




ACTIVIDADES E EXPERIÊNCIAS ARQUEOLÓGICAS (TENDAS)

Museu do Arqueológico do Carmo
- ACORDA MUSEU - As Revoluções e Resistências na Colecção do Museu Arqueológico do Carmo. Actividade para adultos e crianças às 11h30 e as 15h30, nos 3 dias.
Ao longo dos 3 dias, sem hora marcada, a mesma actividade pode ser realizada noutras línguas: Espanhol, Inglês e Italiano.
- Quizz para adultos alusivo ao tema da Festa.
- Escavações a brincar.
- Maleta pedagógica.
- Maqueta do sítio arqueológico de Vila Nova de São Pedro.


Associação dos Arqueólogos Portugueses
A Associação dos Arqueólogos Portugueses é a mais antiga associação de defesa do património em Portugal e tutela o Museu Arqueológico do Carmo, o primeiro museu de Arte e Arqueologia do país.
Venha conhecer o trabalho das suas Secções e Comissões.
- Investigação AAP: Vila Nova de São Pedro - Projecto VNSP 3000.
- Actividades disponíveis ao longo dos três dias:
   Jogo da Memória de VNSP 3000;
   Colorir a Heráldica;
   Brasões há muitos! - Actividade para crianças onde podem fazer o brasão de uma cidade imaginada.


O Homem do Saco
Oficina de Cartazes: "O Galo de Barcelos ao Poder!"
- Produção de cartazes, em serigrafia e tipografia, que cruzará pinchagens de rua, surgidas no 25 de Abril, com imagens de peças do acervo do MAC. A associação de fragmentos de um passado recente com objectos e vestígios de um passado remoto produzirá um efeito inusitado. Vem fazer o teu cartaz!
- Exposição de cartazes.


Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa
- Um Novo Mundo: novas gentes, novas produtos e uma revolução alimentar
- #ldigtoo - Revoluções em torno do género: materialidades e pioneiras em Arqueologia.
- Dietas e técnicas inovadoras.
- De onde veio? Origens exóticas de objectos revolucionários.
- Entre as ondas: Arqueologia Náutica e Subaquática.
- Como escavar o nosso mundo digital?
- A Revolução da Escrita e o mundo da Antiguidade: Atelier de Escrita Cuneiforme 26 e 27 de Abril, das 10:30 às 12:30 e das 14:30 às 16:30.
- Com a lupa sabemos de onde veio uma cerâmica - apenas nos dias: 25 Abril (manhã) e 27 Abril (tarde).


Universidade do Algarve
- Apresentação dos cursos de Arqueologia da Universidade do Algarve.
- Pequeno exposição de materiais arqueológicos de vários sítios e várias cronologias de projetos de investigadores da Universidade do Algarve.
- Pinturas rupestres (pinturas livres sobre papel de cenário).
- Jogo interativo (jogo de computador à base de perguntas básicas sobre arqueologia).
- Remontagem de Líticos (líticos talhados para remontar).
- Materiais na lupa binocular (triagem e separação de vários materiais com lupa binocular).
- Apresentação de vários vídeos de trabalho arqueológico.


ARQA – Associação de Arqueologia e Protecção de Património da Amadora
A chamada "Revolução Neolítica" constitui uma mudança decisiva na História da humanidade, com a passagem de um estilo de vida nómada e de caçador-recolector para um agrícola e sedentário. Evocamos esta transição por intermédio de diversos ateliers iterativos, da cerâmica à tecelagem e moagem de cereais - complementados com diversa informação sobre o tema, tendo por base o nosso projecto "Clã de Carenque".

Museu Nacional de Arqueologia
- 25 Abril, 10h00-18h00
   Grandes Revoluções do Barro
   Ateliê de Pintura: lmagens de mundos perdidos...
   Laboratório de Conservação e Restauro
- 26 Abril, 10h00-18h00
   Homens da guerra
   Ateliê: Universos do guerreiro...
   Laboratório de Conservação e Restauro
- 27 Abril, 10h00-18h00
   Em nome de deus
   Ateliê: Imagens do divino
- 27 Abril, 14h00-18h00
   Laboratório de Conservação e Restauro


Campo Arqueológico de Mértola
A Civilização Islâmica e o Mundo Romano. A gestão da água e dos outros recursos naturais no mundo mediterrâneo na Antiguidade Tardia e no periodo islâmico. Jogos didácticos e actividades lúdicas.

Museu do Côa
- Oficina de técnicas de arqueologia experimental.
- Lança Magdalenense.
- Estruturas de combustão.
- Arte Rupestre e Arte Móvel.


Faculdade de Belas-Artes da Universidade de Lisboa
Tenda Gráfica: Gravura e Transgressão.
A partir de das técnincas de xilogravura, linogravura e serigrafia, desenvolver-se-á uma interacção com o público visitante, permitindo-lhe a realização de monotipias, linogravuras e xilogravuras, demonstrando as revoluções e resistências que estas técnicas e os materiais utilizados para as conceber, têm sofrido ao longo dos séculos na área das belas-artes.


UNIARQ - Centro de Arqueologia da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa
Arqueologia das Revoluções: de quantas mudanças se faz a história? São propostas, ao visitante, várias actividades destinadas a demonstrar que no tempo longo da história são inúmeros os momentos de revolução e de mudança que vão desenhando novos mundos. Ao mesmo tempo, a História também é feita de resistências e perdurações. O registo arqueológico é um imenso repositório material destas dinâmicas do Tempo.
Actividades em permanência:
- Revoluções e Resistências
- E tu? Eras capaz de sobreviver na Pré-História
- Lisboa Arqueológica
- Era uma vez no Sudoeste: 2500 anos de escrita
- Quaestiones romanorum - o trivial romano



Museu Arqueológico de São Miguel de Odrinhas
- Ser oleiro no Neolítico.
- Ver, tocar e sentir: O Neolítico.


Associação Portuguesa de Arqueologia Industrial
- Realidade Aumentada e outras tecnologias: Fábrica de descasque de arroz da Casa Cadaval.
- Escrever a história de uma fábrica centenária: VIARCO - Fábrica Portuguesa de Lápis.
- Explorar Revoluções e Resistências na Indústria (material do arquivo fotográfico e documental da APAI).
- "A tua cópia digital" - Atelier de tecnologia scanner aplicada a pessoas, objectos e espaços - dias 25 e 27, das 15:30 às 17:00, com a 3D Modelling Studio
- Revolução Industrial: Uma história de Resistência?


Museu da Água
A ser anunciado brevemente.

Museu de Mação
As Revoluções da Pré-História:
 - O fogo
 - O talhe
 - A cerâmica
 - A pintura rupestre
 - A tecelagem
 - Os queijos
 - A fundição


FORA DE PORTAS
Centro de Arqueologia de Lisboa
"Monsanto - O Projecto de Investigação de Arqueologia, Geologia e Fauna. Passado e Presente e alguns dos dados obtidos".
Percurso pedonal pelo Parque Florestal, onde serão abordadas vivências do passado pré-histórico dessa área e de Lisboa.

Destinatários: Público em geral.
Horários: dia 27 às 10h00 e 14h00 na Rotunda dos Montes Claros, no acesso às cavalariças da Polícia Florestal. Terá uma duração estimada de 2h30, num percurso de 2km.

Limitada a 20 participantes, gratuito mas sujeito a inscrição prévia.
As inscrições podem ser feitas através do n.º de telefone 218172180 ou através do endereço de e-mail centro.arqueologia@cm-lisboa.pt.

Aconselha-se roupa e calçado confortável assim como uma garrafa de água.
Localização geográfica: Rotunda dos Montes Claros: 38.718493, -9.200364


Ruínas de Troia
"Bué da fish em Tróia! Uma indústria antes do tempo".
Uma visita gratuita a realizar no sábado, 27 de Abril, às 15h00.

A indústria de preparados piscícolas constituiu uma autêntica revolução em época romana. Inundou os mercados com molhos e peixe salgado cuja dimensão revela os gostos e as tendências de uma dieta alimentar rica em peixe.

Com as suas 27 oficinas de salga e muitas outras ainda por descobrir, Troia documenta melhor do que qualquer outro sítio, a escala de produção de um Império. Troia é o maior centro de salgas de peixe conhecido no Império Romano e a sua capacidade de produção e exportação é proporcional ao que entendemos hoje por indústria!

Em Troia pescava-se, trabalhava-se e vivia-se à volta do peixe e é impossível ficar indiferente à monumentalidade dos espaços contruídos num cenário de beleza ímpar!


Museu da Água
Visitas guiadas sujeitas a inscrição prévia a ser realizada no dia 25 de Abril no stand do Museu da Água na Festa da Arqueologia.

Sexta-feira, 26 de Abril às 15h - "Á Descoberta do interior do Aqueduto das Águas Livres".
Uso obrigatório de galochas. Número máximo de participantes: 15.
Morada: Calçada da Quintinha, 6, Lisboa.

Sábado, dia 27 de Abril às 11h - "A água na Indústria do Século XIX".
Visita a uma galeria subterrânea do Loreto.
Não recomendável a pessoas com clasutrofobia. Número máximo de participantes: 15.

Morada: Reservatório da Mãe d'Água das Amoreiras, Praça das Amoreiras, 10, Lisboa.


CONFERÊNCIAS E LANÇAMENTOS
Todas as Conferências e Lançamentos ocorrerão no Auditório do Museu Arqueológico do Carmo.

IHC-FCSH NOVA-UÉ-FCT | UNIARQ-UL | SGL
26 de Abril às 16h30
Mesa-redonda: "A arqueologia em inovação num Portugal em transformação (anos 60 e 70 do século XX)."
Participantes: Carlos Tavares da Silva, João Senna-Martínez, Joaquina Soares, José Morais Arnaud, Luís Raposo, Teresa Marques e Vítor Oliveira Jorge.
Concepção, organização e moderação: Ana Cristina Martins.

Ecomuseu do Seixal
25 de Abril às 15h00
A fábrica da Mundet e a resistência operária no concelho do Seixal em 1943.


Associação dos Arqueólogos Portugueses
25 de Abril às 12h
Lançamento dos Livros "Gravura e Transgressão" e "Sulcos e Linhas de água no Vale do Côa"


25 de Abril às 16h00
Lançamento do novo Guia do Museu Arqueológico do Carmo


25 de Abril às 17h30
Conferência VNSP 3000 - Campanha de 2018


27 de Abril às 16h30
Lançamento das Monografias AAP 7 e 8
16h30 - Conferência de Alexandra Vieira - "Contributo para o estudo dos vestígios arqueológicos - do VI ao I milénio a.C. Paisagens e Memórias na Bacia Hidrográfica do Douro"
17h00 - Conferência de Ricardo Costeira da Silva - "Do Forum Augustano ao Paço Episcopal de Afonso de Castelo Branco - Um ensaio de Arqueologia Urbana em Coimbra"
17h30 - Apresentação das Monografias por José d'Encarnação


27 de Abril às 18h00
Entrega do Prémio Eduardo da Cunha Serrão - 5ª Edição
Porto de Honra


Campo Arqueológico de Mértola
26 de Abril às 15h00
"Outras Revoluções. O Mediterrâneo Islâmico Medieval e a Agricultura: uma revolução verde".


27 de Abril às 15h00
"Resistências: Cristãos entre muçulmanos e muçulmanos entre cristãos na Idade Média".

Associação Portuguesa de Arqueologia Industrial
25 de Abril às 14h00
"Arqueologia Industrial - O que é?", por Leonor Medeiros

26 de Abril às 14h00
Apresentação da obra "Técnica e Civilização" de Lewis Mumford.
Apresentação e discussão do livro “Técnica e Civilização” de Lewis Mumford (editora Antígona), obra basilar para a história da tecnologia, publicada em 1934, pelo Dr. Jorge Custódio, responsável pela orientação científica desta recente tradução.

Dia 27 de Abrill às 14h00
"Experiências em património industrial - o convívio entre novas e velhas tecnologias" em colaboração com a FA-UL.



EXPOSIÇÕES
Sulcos e Linhas de Água no Vale do Côa
Inauguração dia 25 de Abril às 12h00

A exposição vai estar patente no interior do Museu Arqueológico do Carmo e em diálogo com as peças do respectivo acervo.
Trata-se de uma exposição de estudantes e ex-estudantes da FBAUL que regressaram ao Vale do Côa para aí desenvolver elos com aqueles testemunhos gráficos e paisagísticos, dando expressão contemporânea a um clamor e a uma temporalidade que ciclicamente nos interpela de forma viva e exigente. Após a primeira imersão no Vale do Côa, em 2017, fazemos agora uma segunda e totalmente renovada experiência — outras obras, outros autores, outro catálogo! — do contacto com o homo spectator que habitou — e ainda habita — aqueles lugares.


Gravura e Transgressão. Disseminação de marcas gráficas e momentos de pré-revolução
Inauguração dia 25 de Abril às 12h00

A exposição vai estar patente entre as naves do corpo da Igreja do Convento do Carmo e em harmonia com outras tendas / representações.
A partir de uma clara afinidade com a Revolução do 25 de abril de 1974, embora dirigida a ambientes e mutações outras, tais como a revolução industrial, várias fases da revolução digital, novas extensões para o par corpo humano / máquina, entre outras transgressões do existente, são exibidas obras de estudantes e ex-estudantes da FBAUL numa tenda concebida para exposição de peças de arte, experimentação de técnicas de gravura, e interacção no espaço público a partir do elemento gráfico.


Galo de Barcelos ao Poder!
Painel de cartazes do Homem do Saco


FILMES E DOCOMUNTÁRIOS
A ser anunciado brevemente.


RECRIAÇÕES HISTÓRICAS
A ser anunciado brevemente.